Jangada Brasil, a cara e a alma brasileiras
Edição do Mês | Edições Especiais | Edições Anteriores | Tema do Mês | Temas Anteriores | Por Autor | Por Artigo | Por Seção |
Agosto 2005 - nº 81 - Ano VII


Sumário

Festança

Aspectos da festa de Bom Jesus da Lapa
Osvaldo de Souza

A festa de São Roque em Paquetá
Marisa Lira

Jardineira, arco de flores ou balainhas

Cancioneiro

O romance do conde de Alemanha
Téo Brandão

Tipos populares do Recife
Eustórgio Vanderlei

As letras do abecedário

Imaginário

O Filho da Burra

O quibungo

A camisa do homem feliz
Figueiredo Pimentel

Colher de Pau

Frutos, caça e pesca do Brasil
José de Santa Rita Durão

Os rituais da farinha de mandioca
A. Seixas Neto

Complexo da mandioca
Gastão Cruls

Oficina

A semana do vadio e a do trabalhador
Gustavo Barroso

A rede
Múcio Leão

Caprinocultura
Mauro Mota

Palhoça

Adão foi feito de barro

Em plena era atômica, estátua de jumento vai subir ao pedestal

Funcionário malandro
Oscar Nonato Chaves

Panacéia

Espirro
Getúlio César

Para curar embriaguez: urubu

Fatos e crendices sobre o raio
Ângelo Pais de Camargo

Veja o que foi publicado em Palhoça
Apoio Cultural
Simplicitate Design

Veja como sua empresa pode apoiar a nossa iniciativa.

Palhoça
Textos sobre a casa em diferentes regiões; utensílios; materiais; móveis, indumentárias; usos e costumes; tipos populares...

Adão foi feito de barro

Ao estudioso do nosso folclore interessará o registro fiel das manifestações tradicionais. Sejam quais forem. Não importa sejam boas ou más suas finalidades. Interessará a realidade, anônima e palpitante na memória popular, atravessando os anos e os séculos.

Colecionando parlendas em Natal, encontro uma que se refere exclusivamente à maneira dos meninos pedirem cigarro, uns aos outros. Diz o filante ao companheiro:

— Adão foi feito de barro
Colega, me dá um cigarro

E a resposta negativa é sempre pronta e elegante:

— De barro foi feito Adão
Colega, não tenho não

João Ribeiro anotou uma versão sergipana:

"Adão foi feito de barro
O amigo dá-me um cigarro?

Respondem:

— Adão foi feito de barro
E foi nosso pai primeiro
Quem quiser fumar cigarro
Vá comprar com o seu dinheiro"

Afonso A. de Freitas consigna uma variante paulista, acrescida de dois versos:

"Há três dias que não como
Há quatro que não escarro
Adão foi feito de barro
Amigo, dá-me um cigarro"

E a resposta é a mesma:

"De barro foi feito Adão
Amigo, não tenho não"

Pereira da Costa também anotou idêntico pedido de cigarro. Vejam a resposta:

"Me perdoe o nobre amigo
Se o cigarro não lhe dou
O petrecho que eu trazia
Caiu n'água e se molhou"

Meu pai, batendo papo uma noite, relembrou uns versos curiosos, que aprendera no sertão, quando menino:

Adão foi feito de barro
Eva, porém, foi de osso
Camarão mora no poço
No mar mora o chicharro
Se gosta o médico do carro
Se agarra a ostra ao rochedo
Do gado, o rato tem medo
Foge o cordeiro do lobo
O ébrio serve de bobo
Vadio só quer brinquedo

Com efeito, não há relação de qualquer espécie entre a cópia citada e a parlenda para pedir cigarro, a não ser a repetição do primeiro verso.

Há fórmulas clássicas, usadas entre os meninos, para filar cigarros. Em Natal e no Rio de Janeiro ouvi muitas vezes esta, que o homem do povo também a utiliza:

— Tem um irmão desse aí?

Afonso A. de Freitas registrou esta rima infantil em São Paulo, que nos parece uma recusa formal, diante da insistência de algum filante inveterado:

"Cigarro é fita
Quem não tem
Não pita"

Os filantes de cigarro gostam de dizer entre si, quando são interrogados sobre a marca que preferem:

— Se-me-dão.

No Nordeste há um termo de gíria para designar pontas de cigarros: bagana. Baganeiro é o menino, ou o homem, que só fuma bagana, pontas de cigarros encontradas nas ruas.

("Adão foi feito de barro". A Manhã. Rio de Janeiro, 12 de março de 1950, "Letras e artes", p.4)
Home | Revista | Catavento | Almanaque | Realejo | Downloads | Colaborações | Mapa do Site
Assine nosso boletim | Central dos Leitores | Expediente | Apoio Cultural
Jangada Brasil © 1998-2009. Todos os direitos reservados. | Fale Conosco | Termos e condições de uso